Curiosidades


Tenho uma dificuldade pra achar Wallpapers dos jogos que eu gosto. Mais ainda pra encontrar em 1600 x 900.

Por isso acabei adaptando alguns. Espero que gostem.

 

Anúncios

Uma das versões que explicariam o surgimento da expressão “Nerd” surgiu no final da década de 50, onde alguns estudantes do MIT (Massachussets institute of technology ou Instituto de Tecnologia de Massachusetts; em português) teriam o hábito de chamar outros estudantes mais aplicados de knurd, (palavra escrita ao contrário de drunk, que em inglês significa bêbado) “fazendo uma clara analogia inversa sobre aqueles que não estudam e ficam bêbados em oposição aos que estudam e não se embriagam”. Há alguns que dizem que esse mesmo termo derivado do knurd veio da RPI (Rensselaer Polytechnic Institute ou em português: Instituto politécnico de Rensselaer). Segundo Pereira, o termo Nerd surgiu no Canadá, em um departamento da companhia Northern Electric (atual Nortel) chamado Northern Electric Research and Development (NERD), onde os cientistas dedicavam horas e ás vezes passavam noites acordados no laboratório estudando e pesquisando.

Desde então esse termo foi estereotipado às pessoas que não tinham vida social e dedicavam toda a sua existência ao estudo. Nas décadas de 80 e 90, através dos filmes com temática adolescente, o preconceito com essas pessoas atingiu seu auge, fazendo com que ninguém tivesse o interesse em ter esse estereótipo intelectual conseqüentemente anti-social.

Com a popularização da tecnologia no final da década de 90, o termo Nerd foi sendo substituído pelo Geek, na qual o interessado em tecnologia teria também uma vida social. Esse termo também pode ser desmembrado em várias sub-categorias, destacando-se: o propriamente dito Geek, interessado em tecnologia, ciência e informática, o gamer, que corresponde aos aficionados por jogos eletrônicos, os Fanbase ou Fandom[1], que são indivíduos fãs de uma determinada obra cultural, como programas de televisão, séries, filmes, literatura ou quadrinhos.


[1] Palavra originada do termo “Fan Kingdom”

Acredito que todas as pessoas do mundo tenham curiosidade, umas mais outras e menos é claro, mas umas chegam ao extremo e tem curiosidade de ter curiosidade, quase que uma metacuriosidade.

Acho que não é meu caso.Longe disso.

Onde eu quero chegar? Uma que eu quero dizer que estava com curiosidade de entender um pouco da História e Geografia da Europa. Outra que o título “metacuriosidade” não tem lá muito significado pra essa história, não é mais do que um título para se começar uma história, e a história que eu quero descobrir vai longe, algo que começa com as invasões bárbaras, vai até William Wallace, pega um pouco da história medieval, a destruição dos livros muçulmanos de uma das bibliotecas de alexandria, passa pela guerra santa e os cruzados e termina no Ipod. Eu espero. Essa pretende ser uma série de curiosidades ou não da Europa, espero que eu goste de escrever, acredito que gostar de escrever é o primeiro passo pra que você goste de ler.

Hoje eu queria começar a entender em que diabos do mapa está a escócia, bom, sei que sua capital é Edimburgo, que lá vive o monstro do Lago Ness (Elasmosaurus Nobilis), que ela faz parte do Reino Unido, onde também estão País de Gales, Inglaterra e Irlanda do Norte, mas e aí? É só isso que sei, tenho que pesquisar mais!

Descobri que esse país fica ao norte da Inglaterra. Parece que a escócia tem pelo menos 22 conjuntos de ilhas, uma delas são as Órcades (que tem aproximadamente mais 70 ilhas), colonizadas pelos pictos e vikings. Lá produzem entre outras coisas, lã, queijo, wiski (que nunca deve faltar se tratando de escocêses) e cerveja. A Lã e o queijo são tradicionais muito em função do clima ameno e da natureza das ilhas, próprios para a vida campestre, facilitando a criação de ovelhas e rebanhos de gado.

As ilhas eram habitadas há mais de 5500 anos, e por volta do ano 800 os Vikings invadiram o lugar em moravam os Pictos. Viking na área é tipo, FAIL.

Voltando à Escócia, ela contém uma das maiores reservas de petróleo da Europa, inclusive nas ilhas Órcades, que também ganham dinheiro vendendo o outro negro para os pilotos de fórmula 1.

A história da Escócia começou justamente pelos pictos e Escotos (Escoto que deu futuramente ao país o nome de Scotland), única parte do Reino Unido não dominada pelos Romanos, sim, os caras chegaram longe! Mesmo não sendo conquistadas pelos romanos, os nossos bravos companheiros do Coração Valente demoraram pra conseguir uma certa independência da Inglaterra. E só com muita pressão criou-se em 1707 o Reino Unido.

Geografica e Cinematograficamente falando, o que mais me chamou minha atenção são as montanhas ao norte da Escócia, as highlands, maiores montanhas do Reino Unido e que por acaso acho que influenciaram o filme do Highlander, já que ele é da escócia também. São nas Highlands a menor densidade populacional, de apenas 8 habitantes por km² (se comparados à média nacional de 64 hpkm²).

No fim das contas eles são reconhecidos mesmos pela famosa saia, ou Kilt (surgido no século XVI) que a machaiada adora, dizem que pra refrescar as partes íntimas não há nada melhor. Nem perguntei se eles usam queca nessas horas, nem é legal também perguntar, prefiro ficar na dúvida ao saber que o sino balançava.