Dizem que não vou mais às festas open bar.

E pior, dizem que estou reclamando do preço. Não é nada disso!

Tudo bem que quando entrei na universidade o ingresso das festas custava R$ 10,00 e hoje está chegando a R$ 25,00 (sem contar os lotes posteriores). Não sou bom de matemática, mas é um aumento de 250% em quatro anos. Segundo o INE, o preço da cerveja aumentou 13,3% de dezembro de 2008 até o primeiro semestre de 2010. Essa diferença orçamentária vai direto para o bolso dos nossos colegas acadêmicos promoters. Segundo boatos de amigos meus, uma festa de um dos cursos de engenharia chegou a ter 30mil reais de lucro.

E acho justo, é o preço do trabalho de se dedicar a promover uma festa. Já fica a propaganda de quem quer trancar o curso e fazer eventos. Quem está no mercado de bebidas comemora o aumento na venda de cerveja, que fez o Brasil superar a Alemanha no consumo dessa bebida.

A razão de eu não ir mais a festas open bar é bem mais simples:

Eu bebo de mais e perco o juízo.