Fui entrar no msn hoje pra ver meu e-mail.

É, eu sei, também é só colocar o endereço pela internet. Mas quando eu to com preguiça eu entro no meu e-mail por aquela janela de “Hoje no msn” que em uma das abas dá pra ver direto as mensagens do e-mail.

Enfim, esqueci de ver minha caixa de e-mail porque acabei lendo uma inusitada reportagem de um gringo que ganhou um milhão de dólares por bater o record de um jogo de baseball! Fez um algo impossível, coisa que nem o pessoal que criou o jogo havia feito. Pois é, dar um milhão parece ser uma boa maneira de fazer a propaganda de um jogo, todo mundo correu comprá-lo.

Depois que eu li a matéria, havia outra falando sobre os novos jogos de pokemons lançados: Heart Gold e Soul Silver, nada mais do que remakes do Gold e do Silver com novidades para os nostálgicos jogadores de pokemon. Pra ser sinsero, acho incrível como os produtores dessa série continuam a inovar nos mesmos jogos de pokemon pra game boy color, advanced e agora com o nintendo DS. Admira-me ainda mais o fato que eles não fizeram um MMORPG pra franquia até agora. Tem um monte de nerd (não estou sendo preconceituoso, pois me considero nerd também) fazendo jogos muito bacanas, tipo o http://www.pokemonworldonline.net/ e o http://www.pokemononline.com.br/, o último foi feito com engine de tibia, o que eu achei genial. tem um outro em 3D, que eu não consegui achar o link do site, mas achei uma foto.

Porra, faria o maior sucesso, disseram em 2008 que a Nnooo estava negociando com a nintendo, mas tá mais pra boato. No fim das contas, fãs de pokemon estão sentido falta disso. Parece que o pessoal da Nintendo se interessa em criar outros tipos de novidades, que a propósito já tem tamanho: a de uma tampa de repelente (aff, que comparação! mas foi o mais perto do tamanho do negócio que eu consegui imaginar… melhor voltar a noticia).
A notícia do pokemon era sobre esses novos apetrechos dos jogos para DS (heart Gold e Soul Silver) que era um tal de Pokewalker, parecido com um tamagochi (aquelesbichinhos virtuais), a idéia é passar seu pokemon do console para o brinquedo em forma de pokebola e levá-lo para onde quiser.  Em síntese, era fazer opokemon treinar enquanto você andava, como um passeio com seu cachorro, mas só que sem cachorro e até certo ponto sem preocupação do bichinho virtual 2.0 morder alguém.

Então a lógica era andar, quando mais andava, mais o animal ficava bonzão.

Aí que vem a genialidade do ser humano, um inglês inventou uma máquina para simular o andar do treinador.

E você se pergunta, pra quê?